LUA

Sempre tive alma empreendedora e desde pequena eu vendia coisas. Quando eu era criança, vendia brincos da praia. Aos 11 eu vendia gifs no flogão. No colegial vendia os "Biscoitinhos da Lulu" para conseguir sair com meus amigos. Se identificou? Talvez sejamos bem parecidas :)

Quando saí do colégio, estava certa de que iria fazer faculdade de design gráfico, mas a moda falou mais alto. Aos 17 anos iniciei o curso "Negócios da Moda", que na época só tinha em uma única faculdade particular, e ainda por cima com a mensalidade lá no alto. Minha mãe não tinha condições de pagar ou me ajudar com algum valor, então, para conseguir fazer esse curso, eu fui trabalhar de vendedora no shopping, na loja Track&Field. Adeus férias, feriados e finais de semana. Esse foi o primeiro grande marco da minha vida, aos 17 anos, onde vi que nada viria fácil... mas eu também nunca tive preguiça de correr atrás, e se você está nesse site agora, é porque também não tem. Paguei meu curso e me formei aos 21.

Bacharel em Negócios da Moda (e designer por paixão), iniciei minha trajetória trabalhando logo em um e-commerce de sapatos (nessa época eu só sonhava em ter meu próprio e-commerce, mas tinha receio e achava que seria muito difícil administrar...). Depois fui pra um marketplace de moda, até que fui parar em uma agência de publicidade onde tive meu primeiro contato com o artesanato: eu fazia todas as redes sociais e campanhas de marketing da Singer. 

Depois desse 360º - de ter passado pelo ponto de venda (o shopping), pela administração de um e-commerce, e por todas as fases que envolvem o marketing (dentro da agência também fiquei responsável pelo planejamento de ações, posts patrocinados, atendimento e design), sentia que estava pronta pra ter meu negócio próprio.

Em junho de 2016, idealizei a Kopiei, minha loja virtual de acessórios (que agora tem t-shirts também!). Ela estava pronta pra ser tirada do papel. Fui atrás de um programador para fazer minha loja, só que... me passaram a perna diversas vezes! Alguns programadores falavam que estavam fazendo o site e sumiam, outros cobravam valores absurdos. Isso aconteceu 4 vezes, 4 vezes em que tive que trocar de programador. Todas as vezes eu tinha que explicar de novo o projeto inteiro, e ouvir que demoraria mais e mais e mais. Acabei pagando caro por falta de conhecimento e tive que esperar ainda mais 3 meses pra minha loja finalmente ficar pronta.

 

Enquanto isso ia acontecendo, me joguei em outra oportunidade que apareceu: cuidar das redes sociais de duas marcas de um dos maiores grupos de moda do Brasil, o Grupo Morena Rosa.

Foi a empresa mais incrível na qual fiz parte. Trabalhei muuuuuuito, e aprendi na mesma proporção. Pra você ter uma noção, era eu quem planejava, executava e postava tudo da Morena Rosa no mundo digital, e em um ano e meio eu consegui aumentar 501.000 seguidores no Instagram da marca, alcançando seus tão sonhados 1 milhão de seguidores! Além disso, eu era responsável pela seleção e aprovação das influenciadoras que fariam parceria com a marca.

Mas ainda assim eu continuava com a cabeça no meu negócio, na minha loja virtual, porque era o que eu mais amava fazer (quem nasce com alma empreendedora não deixa de lado o sonho do próprio negócio, né?) Percebi que precisaria fazer umas mudanças na loja se eu quisesse viver apenas dela. Entrei em contato com o programador e bomba: ele cobraria mais vários mil reais (e o tempo pra fazer isso então, nem se fale).

Decidi que faria tudo sozinha. Fui atrás do que era preciso pra isso, fiz diversos cursos, estudei muito, e consegui! Com a loja já bombando, tomei aquela que seria a decisão mais importante e esperada da minha vida: em setembro de 2018 pedi demissão pra viver desse sonho. 

Em meio às dificuldades, erros e acertos que tive com a loja, e com todos os aprendizados sobre marketing digital, mídias sociais e design acumulados ao longo da minha carreira, despertou em mim uma vontade de ajudar todas as mulheres que também são empreendedoras, ou que querem mergulhar nesse universo maravilhoso que é o empreendedorismo feminino. Então criei também a Digi.Girls, um portal de conteúdo onde minha missão é ajudar mulheres que querem montar seus impérios online, ou seja, ajuda-las a usar a internet para conquistar sua liberdade profissional e financeira, trabalhando com o que amam.

Hoje me sinto realizada por fazer algo que eu amo e ainda poder ajudar tantas mulheres a usarem a internet para terem mais sucesso com o que também amam fazer.

Obrigada por ter lido até aqui e desejo que continuemos juntas para dar o próximo passo do seu sonho. Conte comigo!

CONTATO

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone Pinterest
  • Branca ícone do YouTube

contato@digigirls.com.br

São Paulo - SP - Brasil

Copyright 2020 - Digi.Girls ®